5 exames de rotina para os funcionários e como incentivá-los a fazer

3 minutos para ler

Realizar exames de rotina é fundamental para a prevenção de doenças e para monitorar constantemente o funcionamento do organismo. Dessa forma, também é possível optar pelo tratamento mais adequado, caso sejam identificadas condições adversas no paciente. 

No contexto das empresas, cuidar da qualidade de vida dos colaboradores é um fator essencial para o bom desempenho e para a produtividade da equipe de trabalho. Com isso, a companhia deve se planejar e incentivar os funcionários a realizarem a análise clínica sempre que possível.

Pensando nisso, separamos a seguir 5 exames de rotina e dicas para motivar os profissionais a fazê-los. Confira!

Quais são os principais exames de rotina para a prevenção dos colaboradores?

Independentemente do sexo, da idade e se a pessoa apresenta ou não fatores de risco, ou antecedentes na família, é muito importante realizar exames periódicos anualmente. O objetivo é prevenir contra doenças e possíveis complicações médicas. A empresa, nesse caso, deve planejar uma campanha eficiente de conscientização para que os seus colaboradores fiquem informados sobre o assunto.

Além disso, essa é uma maneira eficaz de motivar a equipe a se cuidar cada vez mais. Assim, é possível evitar diversas situações e problemas com antecedência, sem que os indivíduos corram riscos por negligenciar a saúde. 

Pensando nisso, separamos a seguir 5 exames de rotina essenciais que toda pessoa deve fazer.

1. Exames de sangue

Os exames de sangue estão entre os testes mais solicitados por médicos e especialistas de saúde. O objetivo é avaliar a qualidade e a quantidade de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas presentes na corrente sanguínea. Com sua análise, é possível identificar diversos problemas, como anemia, alergias e até alguns tipos de cânceres.

2. Ácido úrico

O exame de ácido úrico também deve ser feito para detectar se há alteração em seu índice, pois ele pode sinalizar riscos de doenças cardiovasculares e hipertensão no paciente. Além disso, o teste ainda aponta se existe risco para outras patologias, como gota, insuficiência dos rins, cálculo renal, entre outras.

3. Eletrocardiograma

Esse exame é capaz de monitorar a frequência e os batimentos do coração para detectar arritmias, falhas nas válvulas cardíacas, taquicardia, entre outras condições. O teste é indicado para pessoas com mais de 40 anos e que estão mais sujeitas a desenvolver doenças no órgão.

4. Dosagem de hormônios

Aqui, o médico detecta se há alterações nos hormônios TSH e T4 livre, que estão relacionados ao funcionamento da tireoide. O exame é indicado, sobretudo, para mulheres na menopausa, que estão mais sujeitas a sofrerem com esse tipo de distúrbio.

5. Colesterol e glicemia

O exame de colesterol e glicemia mede os níveis de açúcar no sangue e os índices de HDL. O teste é fundamental para detectar patologias mais sérias e que comprometem a saúde do paciente, como diabetes, hipertensão arterial e aterosclerose.

Planejar um programa de incentivo e motivar os colaboradores da empresa a realizarem exames de rotina é, sem dúvida, uma prática que pode contribuir significativamente para o bem-estar da equipe. É importante que a gestão se organize e converse constantemente com os funcionários, alertando-os sobre os benefícios para a prevenção de doenças e redução de riscos para a saúde como um todo. 

Gostou do conteúdo? Aproveite e compartilhe nas redes sociais para que essas informações cheguem a mais pessoas!

Fonte: blog.conexasaude.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *