Início » Blog » Caminhada: 8 dicas para melhorar seu desempenho no exercício

Caminhada: 8 dicas para melhorar seu desempenho no exercício

caminhada

A caminhada é uma modalidade que tem um número crescente de seguidores e praticantes fiéis. Os corredores que já correram maratonas já adquiriram a experiência e os conhecimentos que adquiriram através dela. Esta aprendizagem tem um impacto direto no desempenho e aptidão física da pessoa no dia da caminhada, evitando quedas e danos como a perda da arcada dentária, resultando na necessidade de um implante dentário. Sabendo isto, no caso de ser um principiante, deverá conhecer certas precauções básicas a tomar antes de uma corrida rodoviária.

1. Esperar 2 horas após uma refeição antes da caminhada

Como a maioria dos organismos necessita, a digestão dos alimentos demora cerca de 2 horas, especialmente no caso de refeições pesadas com muita gordura e calorias. Se a digestão não for retardada, há a possibilidade de dores graves na zona lateral e estomacal durante a prática.

No entanto, se a refeição tiver uma boa proporção de hidratos de carbono leves, a caminhada deve demorar cerca de 1 hora ou 90 minutos. Assim, para uma caminhada suave e sem problemas, mantenha a sua dieta saudável, enérgica e nutritiva, mas leve e equilibrada.

2. Aquecimento durante 10 minutos

Antes de começar a caminhar, é essencial manter o hábito de aquecer durante pelo menos 10 minutos. O aquecimento tem a capacidade de preparar o corpo humano para o exercício seguinte, aumentando gradualmente o fluxo de sangue para os músculos.

O aquecimento realizado a partir deste processo é ainda mais relevante. A interrupção elaborada do exercício sem preparação e aquecimento pode levar à incidência de náuseas, cólicas, tonturas e até desmaios. Na situação de dias quentes, pode levar menos de 10 minutos para que o corpo humano esteja pronto para correr.

3. Tempo livre em casos de dor

Se sentir dor durante toda a formação, são necessários pelo menos 2 dias para dormir, porque uma vez que não há recuperação, há a possibilidade de doenças ainda mais graves. Não normalizar a dor prolongada, se a dor continuar após 2 dias pode indicar lesão.

Em algumas ocasiões, o descanso primário pode ser até 5 dias, dependendo da avaliação médica, não interferindo com a sua condição física. Se a dor continuar para além do período estipulado, procurar aconselhamento especializado.

4. Não comer nada diferente antes da caminhada

Não coma nada de novo antes da caminhada, porque os efeitos predominantes desconhecidos e potencialmente negativos têm o potencial de dificultar o seu desempenho. Outra contraindicação é o fato elaborado de os hábitos alimentares habituarem o nosso corpo humano e, portanto, aumentarem a probabilidade de novos alimentos não serem digeridos. Com isto em mente, só comer um alimento diferente quando o apetite for profundo e não houver alternativa.

5. Descanse bem

Finalmente, tal como o tempo livre é essencial para recuperar de lesões, uma boa noite de sono é importante para renovar energia. Sugere-se que a pessoa que caminha deve ter cerca de 8 horas de sono. Para indivíduos mais hiperativos com mais reservas de energia, uma hora extra de descanso pode não ser essencial.

Para além de ter uma boa noite de descanso, preste atenção à sua dieta e cuidados gerais de saúde. O seu conforto, juntamente com uma formação adequada, é a chave para um óptimo desempenho e resultado final.

6. Nutrição rica em carboidratos

Várias pessoa que praticam caminhada a mais tempo defendem que nos dias que antecedem uma longa caminhada é necessário aumentar significativamente a sua alimentação rica em carboidratos. Este mantra começou após uma análise realizada em 1967, no entanto, mais investigação demonstrou recentemente que antes de um concurso, ou qualquer formação, a ingestão de alimentos deveria expor todos os nutrientes que o organismo necessita para a sua melhor gestão. Uma bebida rica em carboidratos e contendo alguma proteína é indicada para a restauração dos eletrólitos após longos períodos, reduzindo a sensação de fadiga muscular.

7. Atenção às longas distâncias

A caminhada mais eficaz é baseada no evento para o qual se está a exercitar. Se pretende caminhar uma distância de 7 km por menos de 1 hora, o exercício deve ser semelhante ao da prova final, e o tempo definido pelo menos uma vez. No entanto, para distâncias mais longas, tais como caminhadas de 15 km, o mesmo não é oferecido.

Se estiver a treinar para uma meia maratona, por exemplo, praticar a atividade física na mesma distância demora muito tempo para o corpo humano recuperar e pode influenciar negativamente o processo de exercício. É aconselhável, nestas situações de caminhada, manter a distância total mais curta do que a distância final da corrida ou correr ao ritmo que terá de manter para distâncias mais curtas.

8. Caminhe enquanto fala

Alguns peritos profissionais dizem que o ritmo principal para manter uma raça saudável é aquele que é identificado como simples de manter sem perder o fôlego durante toda a caminhada. Quando se treina com magnitude e velocidade intensas, não é fácil falar à medida que se corre, mas se se alivia o ritmo, pode-se falar sem ficar sem fôlego. Recordando que uma formação excessiva não é aconselhável, se não souber como manter um controlo adequado da sua formação e respeitar os seus parâmetros, procure o conselho de um profissional de educação física.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *